quarta-feira, dezembro 07, 2005

JUM@ conta sua história.

Eu Sou a JUM@, uma SRD de 10 anos, minha mamys fala que eu e meus irmãos somos legítimos viralatas. Eu soube que o Juca Raphael andou contando fatos da nossa família, mas ele não sabe a minha história, afinal eu nasci primeiro hihihihi.Sabe tias há coisas da minha vida que nem minha mamys humana sabe.Ela não sabe nada da minha vida antes do meu nascimento. Minha mãe biológica morava na rua e ficou grávida de mim e de meus irmaozinhos, coitada ela vivia correndo dos cachorros da redondeza. Quando estava na hora da gente nascer ela procurou um lugar "seguro” em uma garagem, onde morava a amiga da minha mamys humana.Nascemos eu e meus cinco irmãos, mas a amiga da minha mamys morria de medo de gatos, então minha mamys veio para ajudá-la, pois ela tinha um cão que odiava gatos, fazia um barulho!!! e nos assustava.Minha mamys ficou enamorada de todos nós, mas não acredito que pensava em adotar nenhum de nós. Então ela nos tirou do cantinho que estavamos, cobriu uma bacia grande com uma colcha e nos colocou lá dentro. Mas a vida tem seus propósitos que nem minha mamys imaginava.Minha mamys nos deixou lá e saiu, então minha mãe gata veio e levou meus irmãozinhos e me deixou para trás.Quando minha mamys voltou me encontrou lá sozinha e chorando eu tava muito assustada, ela se encheu de compaixão, pois eu estava magrinha, fraquinha e nem tinha aberto os olhinhos direito.Eu ouvia ela dizer: - meus Devas e Anjos o que vou fazer com esta criaturinha? hihihihi, eu que não sou boba comecei a miar...miar... fica comigo... fica comigo... fica comigo.Ela me pegou nos braços e repetia : - princesinha o que vou fazer com você?.A amiga dela dizia fica com ela mas ela respondia: - não posso, gato não nasceu para ficar preso em um apto. Como minha mãe não veio me buscar ela ficou comigo por uns tempos. Ela vivia me chamando de princesinha, mas acho que eu não tinha nada de princesa, porque de repente ela disse:- Ah! já sei, você vai se chamar JUM@, vai ser minha oncinha.Ela me levou ao vet e ele disse que eu estava muito fraquinha e que dificilmente iria sobreviver. Na verdade todos meus irmãos morreram só eu sobrevivi.O vet mandou me dar vermífugo e cálcio, xi tias tomei cálcio durante 8 meses.. eca.Eu vivia vomitando, tudo que comia vomitava, minha mamys passava noites acordada com medo que eu engasgasse e morresse. Um dia passei tão mal que minha mamys pensou que eu ia morrer, comecei a tremer e esticar as patinhas, minha mamys me acariciava com carinho e entre lágrimas dizia:- JUM@ minha gatinha querida se chegou sua hora vá, mas se não lute...lute, lute minha princesinha, e eu lhe prometo que cuidarei de você enquanto viver.Tias ao ouvir isso comecei a reagir, fui melhorando aos poucos, fui me fortalecendo e me tornei a gatona linda e saudável que sou hoje.Minha tia Iraci, veio á minha casa quando eu era bemmmm pequenina, quando ela voltou uns meses depois dizia admirada.... " você é o patinho feio, que se tornou um lindo Cisne".Ah! tias depois disso minha vida virou uma festa, minha mamys me levava pra todo lugar que ia, viviamos passeando por Sampa.Onde passavamos as pessoas se admiravam por ver uma gatinha passeando tão tranquilamente por Sampa com toda aquela barulheira.E diziam: - Ah! que gata linda! Dá ela pra mim. Gozado né tias com tanto gatinho precisando de uma família e esses humanos sempre querem o que ja tem uma... realmente não consigo ententer os humanos... Palavra de gata. Quando eu tinha um aninho e reinava absoluto em casa, minha mamys adotou um gatinho, ah! vocês já o conhecem né... o Juquinha.Logo depois de Juca chegar tive uma infecção séria no ovário, tias... que sofrimento, minha mamys chorava e eu ficava quietinha para não preocupá-la. Ela lutou... lutou comigo e fiquei boa, tomei tanta injeção no bumbum que já nem reclamava mais.Sabe tias minha mamys me chama de gata ZEN, pois eu fico sempre na minha, não gosto de colo, xamego, só gosto quando estou afim.O que gosto mesmo é de meditar com minha mamys, ela tem uma roupa diferente pra isso. Quando ela veste aquela roupa, acende um "foguinho" cheiroso. É ela se sentar eu corro e pulo no colo dela e fico lá o tempo todo deitadinha em seu colo quietinha.Ela chama isso de "meditação" hihihihi, acho que sou uma gata meditativa.Oi tias apesar do Juca ter falado tudo aquilo de mim não é bem assim, não dou trabalho nenhum, só brigo se mexerem comigo, ai viro uma onça messssmooo. Lambidasssssss e Miaaaauuuuuussssssssssss
JUM@ & Cia

4 comentários:

Lia disse...

Nossa que historia linda,mas ao mesmo tempo triste,me emocionei muito e confesso que não consegui segurar as lágrimas eu amo os animais tenho gatos e cachorros,e fico muito emocionada tudo que se relaciona e esses seres tão especiais.

Marlene (Amara Antara) disse...

Oi Lia, realmente foi uma linda história de amor, mas a Juma está morando na Ponte do arco íris faz 4 anos, juntamente com a Uriel que hoje faz 2 anos e o Juca que se foi a um ano.
Momentos tristes, mas ao mesmo tempo felizes por tê-los em minha lembrança. Amor e Luz
Marlene Amara Antara

http://gatosamaraantara.blogspot.com.br/2009/01/eramos-seis.html

Sandra Queiroz disse...

Linda história!

Sandra Queiroz disse...

Linda história!